4ª Corrida da Justiça é lançada; inscrições já estão abertas - Jornal Porto Midia

Já estão abertas as inscrições para a 4ª Corrida da Justiça, que acontecerá no dia 19 de outubro, em Palmas. Os órgãos do Sistema de Justiça, organizadores do evento esportivo, reuniram-se na manhã desta quarta-feira, 26, para lançar a corrida e chamar os atletas a participar. 

O desafio de se preparar fisicamente e participar desta grande confraternização esportiva está lançado não somente para os membros e servidores dos órgãos, mas também para a comunidade, já que a 4ª Corrida da Justiça tem a proposta de aproximar o Sistema de Justiça e a população.

Como é tradição, a corrida ocorrerá no período noturno, com largada e chegada em frente ao Tribunal de Justiça do Estado. Haverá percursos de 5 km e de 10 km, para que todos possam participar, de acordo com seu nível de condicionamento físico.

A Corrida da Justiça está integrada ao calendário do Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.centraldacorrida.com.br/corridadajustica2019

Lançamento
No lançamento da 4ª Corrida da Justiça, o diretor do Núcleo Regional da Defensoria Pública em Palmas, Leonardo Oliveira Coelho, considerou o evento como uma “grande confraternização” e frisou que participar de corridas contribuí não somente para a saúde física, mas também para a saúde mental.

Por parte da Justiça Federal, o juiz Walter Vilela Santos desejou que a 4ª Corrida da Justiça supere as edições anteriores. Em 2016, seu primeiro ano, o evento já reuniu 3 mil participantes.

Do Ministério Público Federal, o procurador da República Álvaro Lotufo Manzano avaliou que a Corrida da Justiça já está consolidada no calendário de Palmas e traz benefícios em diversos aspectos, inclusive no que se refere à integração entre os participantes.

Representando o Ministério Público do Tocantins, a Subprocuradora-Geral de Justiça, Maria Cotinha Bezerra Pereira, lançou o desafio para que o evento seja convertido, em 2020, na 1ª Corrida Nacional da Justiça, já que sua estrutura é ideal e que ainda não existe um evento esportivo que integre os membros e servidores do Sistema de Justiça do país. 

Por parte do Tribunal de Justiça, a juíza auxiliar da Presidência, Rosa Maria Gazire Rossi, destacou a importância de se lutar contra o sedentarismo em busca de melhor qualidade de vida.

Relato
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) também participa da organização da Corrida da Justiça. No lançamento, a servidora Regina Reis deu seu testemunho de como as corridas de rua transformaram sua vida. Ela, que tem história de luta contra a obesidade, estreou na 1ª Corrida da Justiça, em 2016, já conquistando pódio. Desde então, participou da São Silvestre, da Volta da Pampulha e comemora ter superado recentemente os 42 quilômetros da Maratona do Rio de 2019. “As corridas me trouxeram mais disposição, preparo físico, mais bom humor e muitos amigos”, festeja ela.

Fonte / MPE-TO

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

300x250
Paulista
277158474_1419113205204878_6132805285539760849_n
WhatsApp Image 2022-02-24 at 15.13.31
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?