Acadepol capacita 180 policiais da Capital e do interior - Jornal Porto Midia

Com a proposta de manter a constante capacitação dos quadros efetivos da Polícia Civil, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) concluiu nesta terça-feira,31 em Palmas quatro cursos de capacitação promovidos pela Academia de Polícia Civil (Acadepol). Nesta etapa, foram qualificados 180 pessoas, entre agentes de polícia, delegados, escrivães de polícia, peritos oficiais, papiloscopistas e agentes de necrotomia. A solenidade de encerramento e diplomação contou com a presença de diversas autoridades políticas e administrativas, entre elas o vice-governador do Estado, Wanderley Barbosa.

 

 

Durante os treinamentos, os policiais participaram de cursos de Investigação de Crimes Cibernéticos, Interceptação Telefônica, Investigação de Furtos e Roubos de Veículo dentre outras, sendo a última temática ministrada pelos instrutores do Grupo de Operações Táticas Especiais- GOTE. Já os integrantes da Polícia Cientifica tiveram instruções nas disciplinas Morte Violenta, Balística Forense, Levantamento de vestígios papiloscópicos em locais de crime e confecção de pareceres técnicos, Técnicas laboratoriais papiloscópicas, Ergonomia, Técnicas de dissecção cadavérica e Operações Policiais II.

 

Reconhecimento

 

Representando o governador Mauro Carlesse, o vice-governador do Estado,  Wanderlei Barbosa, ressaltou o empenho da atual gestão em garantir e promover a Segurança Pública à população, sem esquecer de valorizar os homens e mulheres empenhados na luta diária contra a criminalidade. “Recebemos o estado com sérios problemas financeiros e administrativos mas estamos conseguindo restabelecer a credibilidade. Parte disso são as ações de qualificação e capacitação dos efetivos de segurança”, afirmou.

Representando o secretário de estado da Segurança Pública, o subsecretário  Wlademir Costa Oliveira reforçou a importância do treinamento constante promovido pela Acadepol em todas as regiões do Estado. “Devemos buscar todos os dias a vontade de crescer, de aprender, de melhorar. Não só como pessoa, mas também como policial. Nesse viés, a Academia Itinerante alinha o altruísmo, desenvolve a camaradagem, estabelece a confiança, fortalece as relações interpessoais e eleva a autoestima e a moral”, frisou.

 

 

Para Vinícius Mendes de Oliveira, delegado-geral da Polícia Civil, esse é um momento de celebrar o aperfeiçoamento daqueles que tem a vocação e a missão para a proteção do outro, promovendo a segurança de toda a população tocantinense. “Isso é o que nos faz diferentes, essa é a nossa missão. Para isso, precisamos estar qualificados para atuar com rapidez e ficiência no combate à criminalidade”, afirmou.

 

Para o diretor da Acadepol, o delegado Marcelo Falcão, a função  da Polícia Civil não é só de repressão. “Estamos trabalhando de maneira diferente, com o foco em reconstruir paradigmas, garantindo os direitos e acesso à segurança dos tocantinenses, sem abrir mão da investigação policial. Contamos com um quadro de 100% de instrutores voluntários. Isso muito nos orgulha, pois temos a certeza de que em nossos quadros técnicos possuímos excelentes profissionais”, argumentou.

 

A Academia de Polícia Civil Itinerante é fruto de recursos financeiros disponibilizados pelo Fundo de Modernização da Polícia Civil – FUMPOL. A Etapa Palmas do projeto capacitou policiais civis entre os dias 15 e 27 de outubro.

 

Fonte: SSP-TO

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

300x250
Paulista
277158474_1419113205204878_6132805285539760849_n
WhatsApp Image 2022-02-24 at 15.13.31
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?