Adolescentes do Sistema Socioeducativo participam de mostra cultural que promove a saúde mental

Para promover integração e bem-estar mental entre adolescentes do Sistema Socieducativo, ligado à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), socioeducandos do Centro de Atendimento Socieducativo (Case) de Palmas participam nesta terça-feira, 28, da 1ª Mostra Cultural SaudavelMENTE: Não quero choque, nem grade, quero cuidado em Liberdade. O evento está sendo realizado desde as 9h e segue até às 19h, no Espaço Cultural, em Palmas e faz alusão ao mês da luta antimanicomial. 

Durante o primeiro momento da mostra, dois adolescentes do Case realizaram a exposição dos artesanatos e hortaliças que são produzidas no centro, com objetivo de divulgar parte do trabalho de ressocialização realizado na unidade. Entre os produtos expostos, estão materiais feitos com a utilização de papel, E.V.A e palitos de picolé. Na oportunidade, os socioeducandos também conheceram outros trabalhos artesanais, assistiram apresentações culturais e participaram de uma roda de conversa que tratou da Política de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas.

O chefe do Case, Dariêx Damaceno Carneiro Maia, explica que a participação dos adolescentes em atividades culturais é essencial para o desenvolvimento dos mesmos. “É muito gratificante ter esse espaço aberto para os adolescentes, pois assim eles estão tendo a oportunidade mostrar o trabalho desenvolvido, além de apresentarem suas ideias e participarem das discussões promovidas”, ressaltou.  

Para o adolescente M.L.B, de 16 anos, o evento é uma oportunidade de interagir com outras pessoas e vivenciar novas experiências. “É uma atividade externa do local que estamos, e entre tantos adolescentes nós tivemos a oportunidade de participar. Está sendo muito bom assistir as apresentações e expor os artesanatos e o que produzimos na horta”, relatou. 

A terapeuta ocupacional e uma das organizadoras do evento, Marla Castro, garante que a participação dos socieducandos na mostra cultural representa uma união de forças na promoção de saúde mental. “Nós precisamos estar juntos, discutindo formas de tratamento, de cuidado, de reinserção social, acreditamos na ressocialização e nas atividades de arte e cultura como forma de promoção de saúde e educação”, afirmou.

No período da tarde, outros dois adolescentes participam de oficinas de dança, teatro, percussão, e da confecção de mandalas.  A iniciativa tem o intuito de proporcionar aos adolescentes a oportunidade de vivenciar o máximo de experiências que a mostra está proporcionando, participando das diversas atividades desenvolvidas no local.

SaudavelMENTE

O evento é realizado pelo Coletivo da Luta Antimanicomial de Palmas (Colapa), com intuito de promover arte e cultura para pessoas que se encontram marginalizadas, além de mostrar a promoção de saúde mental através de produtos artísticos. A mostra conta com parcerias do Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) II, Álcool e outras Drogas (AD) e do Conselho Regional de Psicologia do Tocantins (CRP-23), além da participação de profissionais e adolescentes do case, a partir da exposição de trabalhos artesanais.  

A mostra cultural acontece em alusão ao mês da Luta Antimanicomial, que representa a luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental, dentro disso, o combate à ideia de isolamento, buscando garantir o direito a liberdade.

Fonte: Secretaria da Cidadania e Justiça

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?