Centro Olímpico de Porto Nacional está sendo reconstruído depois de 10 anos abandonado; o investimento é de R$ 1 milhão - Jornal Porto Midia

Nesta semana, em mais uma ação das festividades do aniversário de Porto Nacional, o prefeito Joaquim Maia, através da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, assinou uma ordem de serviço para a reconstrução do Centro Olímpico Adhemar Ferreira da Silva, que há 10 anos não recebe nenhuma intervenção de grande significado. O local estava abandonado, sem atender os anseios da população. O investimento será de R$ 1 milhão de reais oriundos de emenda parlamentar da deputada federal Dulce Miranda com contrapartida do Município. A solenidade contou com a participação especial da Banda de Música Mestre Adelino, da Guarda Municipal.

O Centro Olímpico, que ocupa 6 mil m² de área construída no setor Parque Ecológico, foi inaugurado em 2006 como referência de centro esportivo no Norte do país, sendo considerado o único existente no Tocantins. Na oportunidade, o prefeito Joaquim Maia assinou o documento de abertura do processo de licitação para a construção da Praça de Esportes do setor Alto da Colina.

Para o Prefeito, a reconstrução do local é um alto investimento no esporte e no lazer da juventude portuense, bem como, na garantia da qualidade de vida e no desenvolvimento social da comunidade.

“Não vou dizer que é a retomada de uma obra, mas uma reconstrução. Sem manutenção há 10 anos, o que sobrou foi sendo deteriorado pelo tempo. Esse local, novamente, será usado no propósito de receber crianças, adolescentes e jovens para a prática esportiva. Isso pra nós é cuidar do povo, é cuidar da nossa gente”, refletiu Joaquim Maia.

A cerimônia aconteceu no próprio Centro Olímpico e contou com a presença da Articuladora Municipal do Selo UNICEF e primeira-dama, Aline Maia; dos secretários municipais do Esporte e Lazer, Edioney Nunes; da Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Cleyovane Lemos; da Administração, José Antônio de Macedo; do Planejamento, Sarah Mourão; da Assistência Social, Verônica Fontoura; da Cultura e do Turismo, Arnaldo Bahia; da Comunicação, Marimar Aiala; e o presidente da fundação municipal da Juventude, Thiago Paulino, além dos vereadores Salmon Pugas e Jean Carlos; e o chefe de Instrução do Tiro de Guerra 11-005, Subtenente, Fábio Eduardo da Silva.

O secretário do Esporte, Edioney Nunes, revelou que a população há muito tempo estava incomodada com o abandono do lugar. Com a reconstrução e reabertura, a gestão Joaquim Maia planeja trazer grandes eventos esportivos e competições em várias modalidades.

“Esse espaço é fundamental para fomentar o esporte, setor que atrelado à educação, representa uma oportunidade única para a juventude portuense”, enfatizou o Secretário. Segundo ele, a reconstrução deve ser concluída ainda este ano, no mês de novembro.  

Fonte / Jornalista Luciana Macedo

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

300x250
Paulista
277158474_1419113205204878_6132805285539760849_n
WhatsApp Image 2022-02-24 at 15.13.31
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?