Desvios em contratos da prefeitura de Nova Olinda ultrapassam R$ 11 milhões

Foi ajuizada na última segunda-feira, 16, Ação Civil Pública de autoria do Ministério Público Estadual (MPE) que requer ao Poder Judiciário o afastamento do prefeito de Nova Olinda, José Pedro Sobrinho, por suspeita de desvios de R$ 11.898.369, 52 dos cofres públicos municipais. As acusações são de que o poder público municipal, entre os anos de 2013 e 2016, executou despesas com locação de veículos escolares e veículos para atender órgãos públicos com preços acima do praticado no mercado, situação que gerou prejuízos ao erário.

Uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado identificou valores suspeitos em contratos para locação de veículos, apresentações artísticas e até para funcionários temporários da cidade. Segundo o documento, os serviços custaram muito mais do que valiam na realidade. A suspeita é que o restante do dinheiro era usado em esquemas de corrupção.

A denúncia envolve nove ex-secretários da prefeitura, empresas e prestadores de serviço. Pela investigação, as fraudes foram realizadas entre 2013 e 2016.

O MPE requer ao Poder Judiciário o imediato afastamento de José Pedro Sobrinho do cargo de Prefeito Municipal de Nova Olinda, pelo prazo de 180 dias, de modo a impedir que o mesmo destrua todas as provas dos supostos ilícitos praticados e impossibilite a instrução processual penal.

 

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?