Governo do Estado garante alternativa diversa a prisão através de política pública

A ressocialização do reeducando é almejada pelo Estado e sociedade. Para isso políticas públicas são criadas para promover essa mudança de comportamento e como consequência a reinserção do indivíduo ao convívio social. Uma das políticas criadas é a de Alternativas Penais que são mecanismos de intervenção em conflitos e violências diversos do encarceramento, no âmbito do sistema penal, orientados para a restauração das relações e promoção da cultura da paz, a partir da responsabilização com dignidade, autonomia e liberdade.

As Alternativas Penais são medidas punitivas de caráter educativo e socialmente útil imposta ao autor da infração penal que não afasta o indivíduo da sociedade, não o exclui do convívio social e familiar, e não o expõe às agruras do sistema penitenciário.

As Alternativas penais são penas restritivas de direitos, como prestação de serviços à comunidade ou entidades públicas, limitação de fim de semana e interdição temporária de direitos, aplicadas em substituição à pena de prisão, as medidas cautelares diversas da prisão (como o recolhimento domiciliar, a suspensão do exercício de função pública, a monitoração eletrônica, entre outras); as medidas protetivas da Lei Maria da Penha (como o afastamento do lar e a proibição de contato ou aproximação com a ofendida); bem como a transação penal e suspensão condicional do processo, a conciliação, a mediação e técnicas de justiça restaurativa.

Após o juiz aplicar uma pena ou medida diversa da prisão, o caso é encaminhado para a Central de Alternativas Penais ou para a Central de Monitoração Eletrônica, entidades públicas compostas por equipe psicossocial, que tem por incumbência acompanhar o caso, promover a fiscalização do cumprimento das condições impostas pelo juiz e promover os encaminhamentos necessários à rede de atenção social.

Cepema

No Estado, a Central de Penas e Medidas Alternativas (Cepema) é vinculada a Gerência de Políticas de Alternativas Penais da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) que conta com unidades em Palmas, Araguaína e Gurupi, e está com dois convênios a serem finalizados até o final do ano para as cidades de Paraíso do Tocantins e Porto Nacional. A gerente de Políticas Alternativas Penais da Seciju, Bárbara Vieira de Souza Pinheiro, explica que a Cepema é a estrutura responsável por acompanhar as penas e as pessoas encaminhadas pelo judiciário para cumprimento de alternativas penais.

A gerente explica ainda que a Cepema foi implantada através de parceria entre executivo, representado pela Seciju, e judiciário, representado pelos juízes de execução penal das comarcas mencionadas. “A Cepema é composta por equipe técnica formada por assistente social, psicólogo, pedagogo, analista jurídico e auxiliar administrativo e tem como principal objetivo acompanhar e incluir as pessoas em alternativas penais, através da uniformização dos instrumentos”.

Bárbara conta que as modalidades mais aplicadas de Alternativas Penais no Tocantins são as de transação penal e suspensão condicional do processo, suspensão condicional da pena privativa de liberdade e penas restritivas de direito.

Acompanhamento

A fiscalização da pena alternativa é feita mensalmente através do comparecimento da pessoa na unidade da Cepema, no caso das pessoas que cumprem Prestação de Serviço à Comunidade (PSC) deve-se entregar a frequência e para aqueles que cumprem sentença de prestação pecuniária deve-se apresentar o recibo de pagamento. “Também é realizado o acompanhamento através de notificações verbais e por escrito, contatos telefônicos e ainda visita dos técnicos nos casos de pessoas em situação de descumprimento”, garantiu a gerente.

Fonte/ Seciju

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?