Micro celular de apenas 6 centímetros é encontrado na CPP de Porto Nacional

Dando continuidade aos trabalhos procedimentais que se iniciaram em 2018, a diretoria da Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional (CPP-Porto) realizou revista geral na manhã desta quarta-feira, 09, contando com reforços de agentes de Palmas e de Paraíso do Tocantins.

Durante a revista pessoal realizada nos detentos, foram encontrados nos bolsos dos reeducandos identificados pelas iniciais R. D. F., A. P. B. e M. R. S  papelotes de material similar a maconha e uma balança artesanal de precisão. Nas celas foram encontrados 4 celulares, sendo um deles da marca oecuin que mede apenas 6 centímetros de comprimento e 2 de largura, 7 papelotes de material similar a maconha e 4 facas artesanais.

O diretor da Unidade, Abraão Valença, defendeu a prática de procedimentos operacionais preventivos, “Os procedimentos de rotina são importantíssimos para a segurança dos Agentes, da sociedade, da Unidade e dos reeducandos. Estes procedimentos visam retirar qualquer ilícito que tenha entrado na unidade, evitar que a Unidade seja fragilizada, além de garantir que todos nós venhamos a desempenhar as nossas atribuições a contento, e dentre elas, assegurar o cumprimento das penas impostas pelo poder Judiciário”, disse.

Um dos agentes que participou da revista, e não quis se identificar, demonstrou preocupação ao ver o celular, pois segundo ele, o aparelho não é detectável em escâner corporal e é extremamente complicado de se encontrar em uma revista que não seja vexatória. “Nós não realizamos revista vexatória aqui e esse celular não é detectável em detector de metais, então é preciso muito trabalho de inteligência para conseguir retirar um aparelho desse das mãos dos detentos”, disse.

No decorrer do procedimento, a administração da unidade, sem comprometer a segurança, se preocupou em permitir que os reeducandos, que estavam sentados em local separado no banho de sol e protegidos pelos agentes, tomassem água, fossem ao banheiro e também houve a preocupação de colocar uma lona sobre o banho de sol para que os detentos ficassem à sobra durante toda a operação.

Foto / Jornal Porto Mídia
Foto / Jornal Porto Mídia
Foto / Jornal Porto Mídia

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?