Connect with us

Noticias

Perfis anônimos nas redes sociais e suas reais motivações

Published

on

Constituição Federal em seu artigo  inciso IV afirma: é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.

A famosa expressão “Internet é terra de ninguém” vem a cada dia perdendo força e mostrando de fato que por trás de páginas ou perfis anônimos  nas redes sociais existe de fato um grupo ou seguimento organizado que em sua maioria usa o anonimato para ferir e expor opiniões de forma ácida, agressiva, pejorativa e difamatória.

O brasão do estado do Tocantins tem em sua expressão a frase em tupi“ “CO YVY ORE RETAMA”, Esta Terra é Nossa, frase essa que ao fazermos um contraponto aos perfis anônimos que em muitos casos servem como pano de fundo para respaldar seguimentos organizados que fomentam a disseminação de informações de cunho político, ideológico e de diversas correntes de pensamentos.

Marco regulatório  

Engana-se quem pensa que o mundo virtual está livre de leis e regras e punições como garante o marco civil da internet aprovado em 2014, Lei nº 12.965 de 23 de abril de 2014, a legislação prevê punições a quem comete crimes virtuais.

Sendo assim, o espaço cibernético ou o universo online, é regido pela criação deste marco regulatório que determina os direitos e deveres do internauta. A legislação tem o amparo legal do Código Penal e Civil.

Tocantins

No estado mais jovem da federação brasileira, uma avalanche de perfis anônimos expõe a realidade de grupos virtuais que trabalham de forma sigilosa em consonância com seus representantes legais, movimentos que disseminam o ódio e a difamação gratuita. Uma chuva de Fakes  ou perfis anônimos criados para cometer crimes como o Calúnia (art. 138 do CP), Difamação (art. 139 do CP) ou Injúria (140 do CP) e o de ameaça (art. 147 do CP).

Criada em 2017, em Palmas, a DRCC – Delegacia Especializada em Crimes Cibernéticos, registrou nos primeiros seis meses de 2019, mais de 200 golpes aplicados pela internet classificados como estelionato, extorsão ou falsidade ideológica, entre outras fraudes.

Na capital da cultura do estado do Tocantins, Porto Nacional, os perfis anônimos são facilmente reconhecidos pelo ícone emblemático da Catedral Nossa Senhora das Mercês, que em sua maioria das vezes aparece como identificação do avatar de páginas do Facebook e Instagram, que em sua maioria das vezes não são usados como fonte de informação ou esclarecimento, mais sim de exposição ou exploração de fatos que atende ao interesse de algum grupo que precisa das redes sociais para se promover ou acirrar uma disputa ideológica.

Relembrando que a liberdade de expressão e o direito de pensar e expor suas ideias são garantias legais que todos nós temos por lei, porém se valer do anonimato para promover uma notícia ou levantar a bandeira de um determinado grupo de forma intransigente não parece nada inteligente e apenas dissemina o ódio.

Denunciar

Quem sofre um ataque nas redes sociais por meio de um perfil anônimo ou real, deve rapidamente denunciar e fazer valer seus direitos. Infelizmente nem todas as pessoas tem tais esclarecimentos e sabem de fato que estão sendo vítimas de um crime virtual.

Os principais delitos na Internet são relacionados aos crimes contra a honra (injúria, difamação e calúnia), contra a liberdade pessoal e à falsidade ideológica:

Os especialistas recomendam anotar o endereço eletrônico do site onde o delito foi cometido e fazer uma captura da tela (print) com os comentários que comprovem o crime.  Com as provas em mãos, o próximo passo é registrar um boletim de ocorrênciaem uma delegacia de polícia civil. 

Só assim aqueles que se valem do anonimato serão punidos e a onda de delitos virtuais diminua e tragam a luz aquilo que é verdadeiro.

Willian da Luz Menêz

Historiador, Pós Graduado em Docência do Ensino Superior

Repórter da Secretaria da Comunicação de Porto Nacional

Social Media e especialista em marketing digital

 784 total views,  4 views today

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias

Jéssica Quirino: Conheça a trajetória da jovem Influenciadora Digital que se tornou referência no Tocantins

Published

on

 

A jovem portuense de 24 anos tem se destacado com trabalhos consistentes nas redes sociais e agregado valor a importantes marcas e empresas.

 

A Capital da Cultura do estado do Tocantins sempre se destacou por sua variada capacidade de produzir novos talentos em suas diferentes formas de manifestações artísticas e culturais e assim confirmando o importante tÍtulo de cidade fomentadora de cultura e pioneira em sempre inovar e apresentar seu potencial.

Dentro desse seleto grupo de talentos da terra, a jovem Jéssica Quirino, de 24 anos, acadêmica de Educação Física, vem conquistando a cada dia seu espaço como influenciadora digital e produtora de conteúdo, o seu trabalho tem crescido e também agregado valor a marcas de empresas de variados seguimentos como moda, música, saúde e bem estar, entre inúmeros outros trabalhos que tem feito da portuense uma referência dentro do mercado digital que vem crescendo substancialmente em todo Brasil.

 

Esporte e estudos

Jéssica Quirino, explica que o foco e a disciplina começaram quando ainda tinha 08 anos de idade, foi quando o esporte entrou em sua vida e de lá pra cá nunca esqueceu os ensinamentos e conceitos que carrega até hoje.

“Conheci o grande treinador José Roberto, sempre mais que um treinador para suas atletas. Um verdadeiro pai. O conselho de sempre era ‘Minha filhas arruma namorado não, foque nos estudos de vocês, namoro vai desviar vocês de tudo”.     Excelente profissional, e dava o sangue por nós.

As broncas também eram certeiras. Eu era a viciada do esporte, saia do setor Tropical Palmas em Porto Nacional para o centro olímpico, ginásio para treinar, jogar. E assim ganhei vários títulos e medalhas de melhor jogadora, ataque, saque, revelação.

 

Qualificação profissional e primeira profissão

Jéssica, fala com orgulho de um momento especial de sua vida, onde pode integrar projetos voltados à juventude e obter qualificação profissional.

“Entrei no projeto ProJovem Adolescente no Cras União no setor Vila Nova, lá fiz vários cursos, inclusive o de manicure, que foi a minha primeira profissão. Na época eu cobrava 10 reais, pé e mão.

Ensino médio, treinamento e dança

 

Jéssica discorre sobre um momento importante de sua vida, “No último ano do ensino médio, entrei no time da AABB, treinei por muito tempo lá. Ganhei uma família, eu era a mais nova do time, tinha apenas 16 anos. Foi quando comecei a treinar para ganhar mais desempenho, na academia Rithimus próximo ao Posto Guararapes”.

Lá eu conheci na época professor de dança, Marcelo Alessandro. Me via mexer o  corpo durante os treinos e me chamou para conhecer o projeto de dança dele chamado ‘Cia de dança Rithimus Dance’. Tímida total! Mas no projeto aprendi a ir desenrolando. Não cheguei a fazer apresentações, meus pais muito restritos.

 

A dançarina

Jéssica cita com carinho a chegada dos convites e começava ali brotar um sonho que se consolidaria mais tarde.

“Conheci a Ruth Rocha, não me lembro como a conheci, mas ela me chamou para dançar na Banda Doce Balanço”. Outra luta para os meus pais deixarem. Lembro que ensaiamos para uma temporada de carnaval. Passamos dias ensaiando, e chegando o dia meu pai e minha mãe não deixaram. Fiquei daquela forma né, como toda adolescente, emburrada.

Depois a Ruth me indicou para outra banda, a Moleca Sapeca, na época a vocalista Celia Araújo. Por muita insistência, meus pais deixaram. Foi a primeira banda que dancei. A partir daí, as portas foram se abrindo. Dancei na Doce Balanço, Banda Veja, Thaisa Marques, entre outras.

 

Monitoria de voleibol, faculdade educação física e banda

No início de 2015, fui monitora de voleibol na Escola Municipal Delza da Paixão e na escola Estadual Alcides Rodrigues, no projeto Mais Educação do governo estadual. Fiquei durante 6 meses, no segundo semestre, entrei na Faculdade de Educação Física.

Conheci o Jhonnys Marks e o Rafa Souza. Então eu e o Jhonnys fomos convidados a fazer a formação do ballet da Banda Nu Comando. Lá foi onde fiquei mais conhecida, rodamos muito o estado. Fique da antiga, a nova formação.

No mesmo ano fiz o curso de Bombeira Civil. Alguns dos meses de curso, trabalhei na AABB de Palmas e no Clube da Caixa Econômica Federal, para pagar o curso. Trabalhei em várias festas, em Porto/Palmas.

 

Estagiária e musa do Interporto

Em 2016 reencontrei ex-professor de Educação Física do ensino fundamental, na época dono da academia universitária. Onde me deu a oportunidade de estagiar. Após alguns meses recebi uma melhor proposta na acdemia Athletica.

Ainda em 2016, Jéssica foi eleita Musa do time de futebol de Porto Nacional, o Interporto, e ganhou destaque na mídia local e estadual. Neste momento o carisma, inteligência e versatilidade da jovem começava a ficar cada vez mais em evidência.

Trabalho na AABB

Comecei a trabalhar na AABB também, e então no meio de semana eu trabalhava na academia, estudava e aos finais de semana e feriados trabalhava como salva vidas. Eu tinha uma patroa excelente!

Na temporada de praia do ano, a banda que eu integrava fechou uma mega agenda, onde iria render bastante pra mim. Conversei com ela, e ela me deixou colocar um colega de trabalho no meu lugar.

O dinheiro que consegui durante essa temporada, tirei a minha carteira de habilitação e paguei 1 mês de faculdade. Foi uma benção, porque estava apertando o meu pai, apesar de eu ajudar com alguns custos.

Em 2018, no início do ano comecei a trabalhar Rone Carvalho personal,o verdadeiro diamante que me ensinou o que é realmente a educação física. O verdadeiro profissional.

 

Rainha do Carnaval e mudança pra Palmas

No ano de 2019, Jéssica Quirino, ganha expressividade ainda mais com a conquista de Rainha do carnaval de Porto Nacional, titulo esse que daria mais na frente novas oportunidades para a jovem ir mais além a se firmar.

Em março, o Jhonnys me mandou mensagem perguntando se eu estava preparada, e do nada ele já tinha arrumado trabalho, para morarmos juntos em Palmas.

Então, conversei com o Rone, com o coração na mão, pois atendíamos muitos alunos (considerava família). Não foi nada fácil! Eu não sabia se estava preparada, mas acreditava que melhores oportunidades me aguardavam. Depois de conversar com ele, fui falar com a minha mãe, foi um susto pra ela, pois nunca imaginávamos que iriamos ficar distantes assim.

Conversei com o meu pai também. Pra falar a verdade não lembro a reação dele, só da minha mãe, que foi o maior chororõ. Lá estudava e trabalhava durante a semana e aos finais de semana eu e o Jhonnys fazíamos shows.

 

Convite: Barões da Pisadinha

Nessa maratona de shows, dentre de um desses finais de semana, tive contato pela primeira vez com a Banda Barões da Pisadinha, fiz show com Forró Maroto, e logo após eles se apresentaram, em Taquaruçu.

Nesse meio termo, em setembro eu e o Jhonnys fomos convidados pela jornalista e radialista Natalia Batista, para fazer um trabalho com a ExpoPalmas. Gravar uma vinheta convidando pessoal para o evento, principalmente para Os Barões da Pisadinha.

No dia do show deles, foi a turma da academia e nos divertimos bastante, apesar de o show ser quase cancelado por falta de compromisso do sindicato com a banda. Enfim. No dia seguinte sexta-feira, estava me arrumando para dar aula (estagiar), era umas 5 e meia da manhã recebo uma ligação com DDD diferente, desligo pensando ser a operadora, outra vez tocou e outra vez, até que atendi, era o Rodrigo Barão me chamando para fazer para fazer 3 shows, o final de semana, em  Minas Gerais.

Para mim foi um susto, foi bastante conversa e negociações. Fui conversar com a minha patroa, com o maior medo, pois ela era rígida, e tive que enfrentar o medo. Falei que estaria de volta para finalizar o projeto com as mulheres, que foi o combinado com eles também. A reação dela foi maravilhosa! Ela deu o maior apoio e me liberou.

As 10 da manhã saímos. Meu primeiro show foi no estado que logo me encantei, não lembro o nome da cidade, perdi muitos arquivos. A partir daí, organizei com a academia, tranquei a minha faculdade e fui trabalhar conhecendo o Brasil. O último show foi aqui em Porto Nacional, foi uma grande maratona de vários na semana de carnaval.

Esse trabalho com Os Barões da Pisadinha, colocou ainda mais em evidência o talento, brilho e profissionalismo da jovem portuense Jéssica Quirino, que rodou o Brasil levando seu talento e representando as suas origens e transmitindo alegria e orgulho de fazer aquilo que ama.

Pandemia e novos projetos

Com a chegada da pandemia, a classe artística não conseguiu manter a rotina de shows e consequentemente o mercado sentiu e muitas pessoas tiveram que se reinventar e iniciar novos projetos porque o novo normal exigia ainda mais de cada pessoa, e assim Jéssica Quirino não parou, seguiu em frente e iniciou com êxito várias trabalhos com divulgações e ampliou seu espaço nas redes sociais e confirmou seu nome como influenciadora digital.

Gravou clipes, propagandas, e se impôs no mercado digital com a mesma força e garra que sempre carregou e que fez ganhar o Brasil, retomou sua faculdade e vem a cada se firmando como uma grande profissional da área digital e se tornando referencia para muitos jovens que se inspiram na sua vida e que agora conhece melhor sua trajetória.

 

Por: Willian da Luz com informações de Jéssica Quirino

Fotos: Arquivo pessoal

 3,354 total views,  732 views today

Continue lendo

Noticias

PM divulga resultado provisório da avaliação psicológica do concurso público da corporação

Published

on

A Polícia Militar, por meio da Comissão do Concurso Público, divulgou quarta-feira, 13, o resultado provisório da avaliação psicológica do concurso público para o ingresso no Curso de Formação (CFP) do Quadro de Praças Policiais Militares (QPPM), do Quadro de Praças de Saúde (QPS) do Quadro de Praças Especialistas (QPE) da Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO).

A relação provisória dos candidatos considerados aptos na avaliação psicológica, pode ser conferida em edital no site do Cebraspe, em Diário Oficial do Estado ou no arquivo disponibilizado em anexo.

No total foram convocados 1.268 candidatos para a terceira etapa,  sendo que 1.218 mil foram  considerados aptos.

Os candidatos inaptos na avaliação psicológica poderão conhecer as razões da sua inaptidão por meio de link específico, no endereço eletrônico da Cebraspe.

 

O candidato poderá interpor recurso contra o resultado provisório no período das 10 horas do dia 18 de outubro de 2021 às 18 horas do dia 19 de outubro de 2021 (horário oficial de Brasília/DF), no endereço eletrônico disponível na página específica de cada quadro, por meio do Sistema Eletrônico de Interposição de Recurso da Cebraspe. Após esse período, não serão aceitos pedidos de revisão.

 

O concurso público do quadro de praças da PM, que teve, inicialmente, 42.223 candidatos inscritos e aproximadamente 28 mil realizaram a primeira etapa, é composto por cinco etapas: prova objetiva com redação, teste de capacidade física (TAF), avaliação psicológica e por fim, as duas etapas que ainda faltam: avaliação médica e odontológica e investigação social e vida pregressa. Todas de caráter eliminatório.

 

ED_11_2020_PMTO_QPS_RES_PROV_AV_PSIC

ED_13_2020_PMTO_QPE_RES_PROV_AV_PSIC

ED_11_2020_PMTO_QPPM_RES_PROV_AV_PSI

 

Fotos: Adriano Rezende

Fonte: PM-TO

 2,748 total views,  493 views today

Continue lendo

Noticias

PM prende homem por furto e apreende dois adolescentes por ato infracional na região do 2º BPM

Published

on

A Polícia Militar prendeu, na manhã dessa quinta-feira, 14, no Bairro Senador em Araguaína, um homem, 20 anos, por furto e apreendeu na noite do mesmo dia dois adolescentes, 16 e 17 anos, por ato infracional: furto no Setor Charlene em Wanderlândia. Com os suspeitos foram localizados os seguintes objetos: algumas vasilhas, quatro armas brancas tipo faca, três eletrodomésticos e uma motocicleta Honda CG 150 Titan de cor vermelha, além de uma bolsa, um capacete, um tablet e uma televisão.

Após acionada via Sistema Integrado de Operações (SIOP), na noite dessa quinta-feira,14, a guarnição deslocou até o Bairro Senador em Araguaína, onde a vítima: um homem, 35 anos, relatou que ao chegar em casa com sua esposa, depararam-se com o suspeito: um homem, 20 anos, no interior da residência, com três eletrodomésticos, quatro armas brancas e algumas vasilhas, dentro de um cesto. Momento em que as vítimas imobilizaram o suspeito até a chegada dos policiais militares.

Posteriormente, na noite do mesmo dia, após acionada via 190, uma equipe de policiais militares deslocou até o Setor Charlene em Wanderlândia onde a vítima: um homem, 24 anos, relatou que dois indivíduos invadiram sua residência e sob fortes ameaças portando uma arma de fogo subtraíram vários objetos e empreenderam fuga em uma motocicleta Honda CG 150 Titan de cor vermelha que é de propriedade da vítima.

Em seguida de posse das informações, a guarnição realizou patrulhamento nas imediações e localizou os dois adolescentes: 16 e 17 anos, aproximadamente 15 km, na BR-153 sentido Xambioá e juntamente com estes os objetos oriundos do roubo, sendo: uma bolsa, um capacete, um tablet, um televisor e o veículo.

Diante dos fatos, os envolvidos juntamente com os objetos produtos do furto e roubo foram conduzidos à Central de Flagrantes de Araguaína para os procedimentos cabíveis.

 

 2,405 total views,  477 views today

Continue lendo

Publicidade

Desenvolvimento de Sites! +Bônus!

2

Facebook

Advertisement

Categorias

Trending