PM discute necessidades da segurança pública com a Deputada Dorinha Seabra, Prefeito de Miranorte e Conselho Comunitário de Segurança.

A Polícia Militar, por meio do comandante geral, Coronel Jaizon Veras Barbosa, do Chefe do Estado-Maior, Coronel Henrique de Souza Lima Júnior e o Tenente Coronel Francinaldo Bó, respondendo pelo Comando do Policiamento da Capital, se reuniu na manhã desta terça-feira, 22, com a Deputada Federal, Dorinha Seabra Rezende, o Prefeito de Miranorte , Antônio Carlos Martins, o Comandante da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar, Capitão Murilo Avelar, o Assessor de Polícia Comunitária da Secretaria de Segurança Pública, Capitão Thiago Monteiro Martins, o Presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Fernando Mota e demais do Conselho, para tratar sobre os anseios e necessidades da segurança pública.

A reunião solicitada pelo Conselho Comunitário de Segurança de Miranorte à deputada federal, e estendida aos órgãos de segurança como um todo, foi realizada no Quartel do Comando Geral em Palmas, e abordou as premissas da eficiência e eficácia dos serviços oferecidos nas unidades de segurança, que por sua vez advém de necessidades estruturais já defendidos em projetos pela Deputada na Câmara, que já destinou cerca de R$ 49 milhões em emendas impositivas de bancada para o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil investir em construções, veículos, armas e munições.

Segundo a deputada, “o combate à violência, ao tráfico e a realização de ações preventivas de segurança são urgências apresentadas pela sociedade. As forças de segurança do Tocantins precisam estar equipadas para dar à população a resposta esperada por parte das autoridades”. A deputada ainda destacou a credibilidade da imagem da PM devido aos bons serviços prestados e manutenção desse status quo em plena época de tecnologia, onde possui como proposta a implantação de sistemas digitais que trarão a melhoria desses atendimentos.

O comandante geral da PMTO, Jaizon Veras, ressalta que a Segurança Pública deve continuar a ser construída a partir da interação entre as forças de segurança e a comunidade, bem como elogiou a atuação dos Conselhos Comunitários de Segurança que integram a comunidade como agente participativo do meio e apontou. Para o comandante, os Conselhos são um dos corresponsáveis pela redução dos índices criminais apurados entre 2017 e 2018 e, a partir do apoio recebido com emendas parlamentares, poderá obter sucesso ainda maior no ano de 2019.

Fonte / PM-TO

Foto / PM-TO
Foto / PM-TO

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?