Policiais militares são habilitados em procedimento que agilizará atendimento de ocorrências - Jornal Porto Midia

Iniciou às 8h, de segunda-feira, 12, no quartel do 6º Batalhão da Polícia Militar em Palmas, o 3º Curso de Lavratura de Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO, que habilitará mais 30 policiais militares para atuarem com a ferramenta inovadora na instituição.  A solenidade com a presença do comandante do policiamento da Capital, coronel Francinaldo Bó.

Estão   matriculados componentes da 5ª Companhia e da Força Tática da Unidade, além de um representante do Batalhão de Polícia Militar Rodoviário e de Divisas (BPMRED). O curso é ministrado em nível Operador e conta com carga horária de 30h/a. A aula inaugural foi realizada pelo tenente-coronel Presley Cruz Nunes, que tratou do tema “Termo Circunstanciado de Ocorrência”, apresentando as nuances desse recurso e como se aplica na atual conjuntura de ação dos órgãos de segurança pública modernos.

Na próxima quarta-feira, 14, em continuidade ao planejamento  de ensino do comando da Unidade, outra turma iniciará o 4º Curso de Lavratura de TCO, aos moldes do anterior, finalizando os dois cursos com o Estágio Supervisionado, em data a ser agendada. Nesta oportunidade, os participantes colocarão em prática os ensinamentos adquiridos em sala de aula.

A instrução tem a pretensão de tornar mais ágil o atendimento das ocorrências de menor potencial ofensivo, liberando as partes, o quanto antes. Possibilitando assim, que as viaturas retornem para o policiamento nas ruas, sem muitas vezes terem que percorrer longas distâncias, como é o caso de algumas cidades, para realizarem o registro como ocorria antes. 

“Com respaldo no provimento nº 009/2018, da Corregedoria-Geral da Justiça, e na decisão do Conselho Nacional de Justiça, com devida previsão no artigo 69, da Lei do Juizado Especial nº 9.099/95, e definido conforme Portaria nº 017/2019 – DEIP, de 15/05/2019, o TCO, em execução na PMTO, aplica-se aos crimes com pena privativa de liberdade não superior a dois anos, e as contravenções penais. O registro do TCO, por parte da Polícia Militar, se reveste de uma importância superior, com ganho de tempo, economia de combustível das viaturas e menos desgastes no atendimento das ocorrências”, esclareceu o comandante do 6º BPM, tenente-coronel João Leyde de Souza.

Fonte / PM-TO

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

300x250
Paulista
277158474_1419113205204878_6132805285539760849_n
WhatsApp Image 2022-02-24 at 15.13.31
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?