Connect with us

Brasil

Por invalidez permanente, condutor consegue na Justiça pagamento máximo de seguro DPVAT

Published

on

O juiz Luciano Rostirolla, da comarca de Formoso do Araguaia, condenou a Seguradora Líder dos Consórcios do Seguro DPVAT S/A a pagar indenização por invalidez permanente a um tocantinense, em consequência de acidente de trânsito. A decisão, publicada nesta segunda-feira (07/05), é proferida no mês em que uma mobilização nacional busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. Conforme dados do Movimento Maio Amarelo, 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção.

Consta nos autos que, no dia 30 de agosto de 2016, Jesuíno José da Silva Neto trafegava em uma moto, em Formoso do Araguaia, quando sofreu um acidente provocado por um outro veículo. Ele teve lesões corporais graves na clavícula, pernas e na face, o que resultou em trauma na face, contusão pulmonar e fraturas de tíbia e fíbia.

Julgando procedente o pedido de condenação da seguradora, o magistrado considerou o Laudo Pericial e pontuou que “resta incontroversa a existência de trauma craniofacial, dano cognitivo e lesões no ombro bilateral, membro inferior direito, de naturezas total/parcial (incompleta), e permanentes, que ensejam-lhe o direito a receber indenização do seguro DPVAT pertinente”.

O valor estabelecido na sentença atende ao art. 3º, inciso II, da Lei n. 6.194/74, que fixa o máximo de R$ 13.500,00 indenizáveis a título de invalidez permanente. O valor deverá ser pago com juros e correção monetária a contar da data do sinistro (30/08/16).

Confira aqui a sentença.

Fonte: Tribunal de Justiça- TO

 

 

 660 total views,  8 views today

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Portuense é Primeiro Colocado em Curso de Operador de Comunicação Audiovisual em Brasília

Published

on

No último dia 2 de julho de 2021, ocorreu, na Escola de Comunicações do Exército, a solenidade de encerramento do Curso de Operador de Comunicação Audiovisual 2021, que teve por objetivo qualificar subtenentes e sargentos a desempenhar funções que sejam de interesse do Sistema de Comunicação Social do Exército.

Na oportunidade, o 1º Sargento Wagner Ribeiro Pires, do BPEB, recebeu a premiação por ter conquistado o 1º lugar do turno, estando, agora, ainda mais capacitado a produzir trabalhos de qualidade para as mídias digitais, ou mesmo atuar em operações onde o emprego de Câmera de Combate seja necessário.

Situações como essa nos enchem de orgulho ao ver que mais uma vez o Braçal PE foi bem representado e o potencial de nossos integrantes foi evidenciado, o que estimula os demais integrantes a cumprirem suas missões da melhor maneira possível, preservando e fortalecendo a imagem do Exército Brasileiro.

 2,307 total views,  58 views today

Continue lendo

Brasil

Dom Romualdo Preside Missa da Bênção dos Santos Óleos e Unidade Sacerdotal na Catedral de Porto Nacional

Published

on

Numa celebração atípica devido a Pandemia da Covid-19, mas com a mesma essência, mesma natureza, mesma substância e com igual profundidade teológica e litúrgica, o Bispo Diocesano, Dom Romualdo Matias Kujawski, presidiu na noite de ontem (29), às 19:00, na Centenária Catedral de Nossa Senhora das Mercês, em Porto Nacional – TO, Região Central do Estado e Sede do Bispado, a Tradicional Missa da Bênção dos Santos Óleos e Unidade Sacerdotal.

Na homilia Dom Matias destacou a função sacerdotal “Vocês são profetas que muitas vezes não serão compreendidos, é preciso superar todo tipo de ideologia, que está levando as pessoas a viver o vazio”. E finalizou: “Hoje estamos celebrando os dois pilares da nossa Igreja, São Pedro e São Paulo, que lançaram as primeiras sementes do Evangelho, estou muito emocionado por fazer parte da história dessa Diocese”. Após a homilia, os sacerdotes renovaram as promessas sacerdotais feitas no dia da ordenação, pelas quais são chamados a viver, a obediência, a pobreza e a castidade. Em seguida, houve a bênção dos Santos Óleos com um ritual fecundo e solene.

Aproximadamente 30 clérigos participaram da celebração, dentre eles, os Monsenhores Jones Pedreira, Juraci Cavalcante, Juarez Gomes, e também o representante do Clero, Pe. Edisley Batista e o Chanceler da Cúria, Pe. Heldeir Gomes. Ao final da missa, O Bispo agradeceu ao Pároco, Pe. Jucimar Ribeiro e o coral pela harmonia musical dos cânticos. Já o Pároco, Pe. Jucimar Ribeiro, agradeceu ao Bispo, o coral, as paróquias da Forania que ajudaram no jantar e os irmãos sacerdotes. A missa foi transmitida ao vivo por várias redes sociais: Paróquia Nossa Sra das Mercês (Cadetral), Paróquia Santo Antônio de Gurupi, Portal Porto Mídia, Rádio 87,90 – Porto FM – Porto Nacional e Rádio 95,90 – Mais FM – Gurupi. Após a missa foi servido um jantar no Seminário São José.

Significado da Missa dos Santos Óleos

Durante esta celebração, se abençoa o óleo dos catecúmenos, dos enfermos e se consagra o óleo do Santo Crisma. Daí o fato de a celebração ser também chamada de ‘Missa dos Santos Óleos’.
Após o término do rito, os padres voltam para suas comunidades e levam a porção dos óleos para que possa ocorrer a prática dos sacramentos dos seus fiéis.
Nela também se renovam as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, sendo também chamada de “Missa da Unidade”, expressando a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo, constituindo um momento forte de comunhão eclesial, de participação intensa das comunidades e de valorização dos sacramentos da vida da Igreja.

Por: Padre Eldinei Carneiro

Fotos: Portal Porto Mídia e Pascom Paróquia Nossa Sra Abadia de Gurupi

 2,398 total views,  58 views today

Continue lendo

Brasil

72% dos brasileiros sofrem com algum problema para dormir

Published

on

Mais um dia nasceu lindo, glorioso e da noite que se passou você não dormiu nada, culpa da insônia. Agora é mais um dia que vai se arrastar de forma lenta, cheio de bocejos, dores no corpo e baixo desempenho pessoal e profissional.

Mas quem dera se fosse só isso.

A insônia é só um dos muitos distúrbios do sono que existem, como o ronco, a apneia, o sonambulismo e a síndrome das pernas inquietas. Segundo um estudo da empresa Royal Philips, os problemas para dormir atingem 72% da população brasileira. E a insônia é a campeã de queixas.

Se você tem insônia, seu corpo sofre

“Essas noites mal dormidas tem consequências, já que comprometem a capacidade lógica e cognitiva do indivíduo, gerando instabilidade emocional, diminuição dos reflexos e mau humor. Prejudica também a concentração e a produtividade no trabalho”, destaca o otorrinolaringologista e médico do sono, Daniel Nunes.

E como se não bastasse, a insônia aumenta o risco para o desenvolvimento de uma lista enorme de problemas de saúde, como doenças do coração, risco para AVC, Mal de Alzheimer, diabetes, obesidade, automedicação, abuso de substâncias, depressão, ansiedade e queixas de dores crônicas.

A má qualidade do sono também afeta o sistema imunológico, a linha de defesa do organismo contra outra série de doenças.

O que é a insônia?

Mas a insônia é só a dificuldade para dormir?

“Não, esse problema também abrange a dificuldade em manter o sono ou ter a sensação de que você não descansou nada enquanto dormia”, explica Daniel.

A insônia não tem bem uma causa exata. Acredita-se que seja um distúrbio de “hipervigilância”, um estado de atenção e alerta do seu ambiente.

É como se um animal feroz estivesse escondido na sua casa e você está em profundo estado de alerta, pronto para saltar da cama e sair correndo.

“Existem três tipos de insônia: a transitória, que pode durar até quatro semanas; a aguda, que dura de quatro a seis meses; e a crônica, que é quando essa dificuldade já é constante”, pontua o médico.

É preciso buscar ajuda

Esse distúrbio do sono está associado à diminuição na qualidade de vida da pessoa, por isso é preciso buscar ajuda. Se você tenta dormir e não consegue, ou está com dificuldade para manter o sono, não deixe que isso domine a sua vida, busque ajuda de um especialista.

“O tratamento envolve algumas mudanças de comportamento, que chamamos de Higiene do Sono. Mas também pode abranger terapia e o uso de medicamentos que ajudam a pessoa a dormir e não provocam dependência química”, finaliza Daniel.

 9,502 total views,  69 views today

Continue lendo

Publicidade

Desenvolvimento de Sites! +Bônus!

2

Facebook

Advertisement

Categorias

Trending