Servidoras do Sistema Penitenciário se formam em Curso de Alinhamento Operacional Prisional

Servidoras do Sistema Prisional e Penitenciário se formaram nesta sexta-feira, 22, em primeiro curso de formação específico para as mulheres que trabalham em estabelecimentos penais do Estado do Tocantins. Denominado Curso de Alinhamento Operacional do Prisional (CAOP), o curso foi ofertado pela Escola Superior de Gestão Penitenciário e Prisional do Tocantins (Esgepen) que faz parte da estrutura da Secretaria Estadual de Cidadania e Justiça (Seciju) e capacitou 38 servidoras, selecionadas via edital.

O secretário da Cidadania e Justiça, Heber Fídelis, participou da cerimônia de formatura e destacou que a gestão do governador Carlesse visa capacitar servidores para desenvolver um trabalho de excelência com vistas ao cumprimento adequado da pena e a ressocialização. “Estamos trabalhando com o objetivo de sermos referência em gestão do sistema penitenciário e prisional para o Brasil e isso dependerá da dedicação de cada um de nós, a exemplo dessas 38 mulheres que se esforçaram para se especializarem”, ressaltou.  

Weslane de Oliveira Chaves, servidora da unidade masculina Cadeia Pública de Araguatins, foi homenageada durante a formatura como “Aluna Destaque” do curso. “Participar dessa capacitação foi uma experiência muito boa e irei compartilhar com meus colegas da unidade. Tivemos muito conhecimento teórico, técnico e operacional, o que complementou o trabalho que já desenvolvemos nas nossas unidades, como também nos preparou para participar de cursos em outros estados”, destacou.  

O instrutor do curso, o Técnico em Defesa Social Leandro Monteiro, afirmou que as servidoras são muito competentes e que o curso complementou as habilidades que elas já tinham. “As servidoras estão bem preparadas e aptas a desenvolverem o protocolo padrão para os adentramentos, procedimentos de revistas dentro dos pavilhões e rotinas”, enfatizou.  

Finalização do curso

Na manhã desta sexta-feira, 22, as alunas participaram de uma corrida que percorreu o Centro Administrativo Estadual simbolizando o encerramento da capacitação. Com certificação de 62h/aula, O CAOP Feminino foi ofertado para padronizar os procedimentos de rotina e fortalecer a segurança de reeducandos e agentes nos estabelecimentos penais. Conforme o gerente da Escola Superior de Gestão Penitenciário e Prisional do Tocantins (Esgepen), Daniel Rodrigo Araújo, mais uma edição do CAOP-Feminino acontecerá ainda neste semestre. 

Fonte / SECIJU

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

WhatsApp Image 2021-12-06 at 18.51.44
WhatsApp Image 2021-11-20 at 07.01.56
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21
271167716_1371306459985553_2769517668468713410_n
WhatsApp Image 2021-08-06 at 08.36.06
WhatsApp Image 2021-10-29 at 09.23.51

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?