Suspeito de matar e ocultar o corpo de vizinho é preso pela Polícia Civil em Araguaína - Jornal Porto Midia

Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Araguaína, efetuaram na tarde desta terça-feira (7), em Araguaína, a prisão de um homem de inicias J. P. O, vulgo “B.”, de 32 anos. Ele é suspeito do homicídio qualificado e ocultação de cadáver de José Valdemar Carvalho da Silva, em março desse ano, no projeto de assentamento Brejão, zona rural da cidade, e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Araguaína.

Conforme o delegado José Rérisson Macedo Gomes, titular da DHPP de Araguaína e responsável pelo caso, autor e vítima eram vizinhos e moravam a uma distância de cerca de 2km, sendo que, no dia do crime, J.P.O convidou a vítima para ingerir bebida alcoólica na chácara em que estava morando e que era de propriedade do tio do suspeito.

No entanto, após aceitar o convite e ir até o local, José Valdemar Carvalho teria desaparecido, sendo seu corpo encontrado somente dois dias depois, dentro de um poço, enrolado e amarrado em um lençol, que, juntamente com os barbantes utilizados, seria da chácara em que o possível autor estaria residindo.

Levantamentos realizados pela DHPP constataram que uma testemunha teria visto a vítima pela última vez na companhia do autor, na tarde do dia 15 de março, cada um em uma montaria animal, sendo esta é a provável data em que se deu o crime, fato corroborado, inclusive, pelos resultados dos trabalhos periciais junto ao Instituto Médico Legal, em Araguaína.

Ao ser ouvido pela autoridade policial, J.P.O negou qualquer envolvimento com o crime, mas a equipe de investigação da DHPP levantou informações de que o homem possui vários antecedentes criminais, respondendo pela prática de crimes de furto e roubo, com condenação no Estado do Paraná e se encontra, em Araguaína, em liberdade condicional.

As investigações da Polícia Civil concluíram, assim, pela participação do indivíduo na autoria criminosa. Após passar por exames no IML, J.P.O foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Fonte / SSP-TO

Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Anuncie aqui, clique aqui para entrar em contato.

Veja também

Porto Mídia - PodCast

Publicidade

300x250
Paulista
277158474_1419113205204878_6132805285539760849_n
WhatsApp Image 2022-02-24 at 15.13.31
WhatsApp Image 2021-11-19 at 12.16.21

Anuncie aqui,
clique aqui para entrar em contato.

Já conhece nosso podcast?