Connect with us

Noticias

Reunião discute situação de moradores do acampamento Dom Celso, em Porto Nacional

Published

on

Uma reunião na sede da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) tratou sobre a situação de cerca de 30 famílias que residem atualmente no acampamento Dom Celso, na zona rural de Porto Nacional, município localizado a 62 Km de Palmas. Na ocupação será executado um projeto de reforma agrária pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a reunião, realizada nesta segunda-feira, 10, tratou sobre a situação dos acampados e medidas a ser tomadas a fim de solucionar os problemas das famílias.

A reunião foi mediada pela defensora pública Denize Sousa Leite, defensora pública da área cível de Porto Nacional, com a participação da equipe da Defensoria Pública Agrária (DPagra) e de representantes do Incra e de moradores do acampamento. Na ocasião, a defensora pública destacou que os ocupantes da área não têm outro local para moradia e também que há muitas crianças em idade escolar finalizando o ano letivo. “A rigor essas famílias deveriam ser realocadas para algum local”, defendeu Denize. Ela ressaltou também que na área existem projetos desenvolvidos pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), como uma biblioteca, cursos de horta comunitária e de capacitação profissional.

A superintendente substituta do Incra, Eleusa Maria Gutemberg, falou da dificuldade de realocação dos moradores para outra área e também que a demora para efetuar a reintegração de posse impacta socialmente outras famílias que estão na fila para serem assentadas.

Segundo a superintendente substituta, o atraso na liberação da área atrapalha a vistoria e preparação nos trabalhos e, além disso, a verba liberada deveria ser aplicada neste ano. “Nós temos verba para execução neste ano. Se deixarmos para o ano que vem, teremos de aguardar quase um ano para realocação das famílias”, disse Eleusa, justificando a demora em virtude de nova eleição presidencial.

Providências
Representante dos moradores do acampamento e líder do Movimento dos Sem Terras (MST) no Tocantins, Messias Barbosa lembrou que a comunidade precisa de tempo para dar destinação às criações dos acampados, para que possam vender para poderem ir a outras áreas. Diante disso, ele se comprometeu a conversar com a Prefeitura de Porto Nacional para verificar o que pode ser feito para tentar solucionar, mesmo que provisoriamente, a problemática da realocação das famílias que não têm para onde ir.

A DPE-TO de Porto Nacional irá acionar a Procuradoria do Município para que auxilie os trabalhos de realocação das famílias. A Superintendência do Incra fará um prévio levantamento sobre as famílias contando com as devidas plantações e criações. Após o levantamento, será agendada uma reunião do Comitê de Decisão Regional do Incra para deliberar acerca da possibilidade de um acordo, a fim de retardarem até dezembro a reintegração de posse.

Histórico
A área do acampamento Dom Celso, a 18 km de Porto Nacional, sedia o Projeto de Assentamento Retiro, criado pelo Incra, SR-26, em 1995, conforme Portaria n° 93 de 10 de janeiro de 1995, desapropriado para fins de reforma agrária. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra ocupou o local em maio de 2015, onde estão residindo e reivindicando os lotes em questão junto ao Incra e à Justiça Federal para que seja realizado o assentamento das famílias acampadas.

A DPE-TO acompanha os moradores do local, que tem sido alvo de uma série de episódios de violência, com destruição de bens materiais, tiroteios e ameaças, enquanto está em tramitação na justiça o processo de reintegração de posse.

 

Com Informações: Cinthia Abreu / Ascom DPE-TO

 604 total views,  4 views today

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias

Grupo Jovem Samba – Com mais de 20 anos de estrada, portuenses mantém pegada alto astral ao som do samba e pagode

Published

on

No ano em que completou 160 anos de emancipação política, a cidade de Porto Nacional mais uma vez agraciou os portuenses com o desfile de diversas atrações musicais dentro do Circuito Turístico Cultural Audiovisual, organizado pela Secretaria da Cultura e do Turismo.

Dentro uma ampla programação que contempla os variados estilos musicais, um grupo merece respeito e reverência, por se manter firme na longa caminhada e sempre buscando inovar e apresentar um repertório pra cima.

Se trata do Grupo Jovem Samba, legitimamente portuense e com uma trajetória de mais de 20 anos de estrada, desde a primeira apresentação oficial no CEM – Félix Camôa, onde recebeu apoio e incentivo da comunidade escolar no ano de 1998

O melhor do samba e pagode

O vocalista Adnúbio se mantém com o mesmo carisma e alto astral do inicio do projeto, e se diz a cada dia pronto em levar a boa música  que embalou e marcou a história muita gente na longa trajetória musical.

 “Nós éramos uma banda de fundo de quintal de amigos,que tocava com lata que era nossos instrumentos e que mais tarde seria o incentivo para levarmos nosso sonho adiante. Pontua, Adneubio.

A formação atual conta com Adnubio (Vocalista),Magno (Contra-baixo),Waltefilho(Bateria),Willian (Percussão),André (Percussão),Thiago (Violão e Guitarra), Hugo (Sax), Maycon (Teclado) e Douglas (Cavaquinho).

Manter a sonoridade e sempre acompanhar as novas tendências musicais e sempre caprichar no repertório, sempre foi um grande diferencias do Grupo Jovem Samba, não existe ninguém que não conheça a sonoridade do grupo e tenha uma boa história para contar. Foram inúmeras apresentações em todos os grandes eventos musicais de Porto Nacional, dentre eles o carnaval, semana da cultura, micaretas, feira agropecuárias, festas corporativas, sabadeiras,domingueiras e resenhas.

No ano de 2020, o grupo marcou presença  no circuito cultural Porto Verão, organizado em Porto Nacional através da Prefeitura de Porto Nacional;

Confira o link abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=LxKNy5YRPXI

No ano de 2021, o grupo marcou presença também dentro da live organizada através da Secretaria da Cultura e do Turismo e mais uma vez contagiou os internautas com muito swing e pagode. Confira a live abaixo: https://www.youtube.com/watch?v=c44adBhy_xg

Live Show Pagode do Grupo Jovem Samba: https://www.youtube.com/watch?v=zGQypQLSwf4

Originalidade e carisma

Uma das marcas do Grupo Jovem Samba, é sem sombra de dúvidas a originalidade do grupo, que sempre se manteve fiel as suas raízes e por onde passou dentro de Porto Nacional e nos grandes eventos em cidades vizinhas.

O Carisma e o timbre do vocalista Adnúbio e a sincronia da banda que toca junto e se conhece a muito tempo são reconhecidos em qualquer lugar e faz da Grupo Jovem Samba ser destaque pela qualidade musical e por manter vivo o samba e pagode que passa por sucessos dos anos 90 do grupo Raça Negra até hits conhecidos de outros estilos e sempre dentro de um repertório novo e atual.

No próximo domingo, dia 25, O grupo Jovem Samba subirá ao palco montado na sede da Comsaúde, dentro do Circuito Turístico Cultural Audiovisual de Porto Nacional, e que será transmitido ao vivo através do canal do Youtube da Prefeitura de Porto Nacional: https://www.youtube.com/channel/UCjFqAohIwqzxD9w9ciTTk0Q

Uma grande domingueira regada a muito samba e pagode e que presenteará os portuenses com muita musica de qualidade dentro da programação do Porto Verão 2021, que este ano em virtude da pandemia está sendo totalmente online.

Por: Willian da Luz

Fotos: Arquivo pessoal do Grupo

 987 total views,  839 views today

Continue lendo

Noticias

Banda Zorra se consolida com a pegada contagiante da arrochadeira

Published

on

Fazer um som de qualidade e unir a ele musicalidade e uma batida contagiante é uma das missões que as bandas buscam na conquista e afirmação da sua arte.

Dentro desse contexto a Banda Zorra soube unir a batida perfeita de ritmos como arrochadeira,bregadeira e swingueira e sempre no alto nível e colocando todo mundo para se mexer dentro de suas apresentações que sempre são feitas com muito alto astral e com uma levada diferenciada e aprovada pelo público.

Batida envolvente

Com uma trajetória construída em Porto Nacional e presente  em grandes eventos musicais,lives culturais, eventos particulares , a Banda Zorra tem nos vocais o talento e o carisma do cantor Ademir Junior, que se diz preparado para os novos desafios que vem pela frente e acredita que no futuro breve com a retomadas das atividades culturais vai poder apresentar novidades ao público.

O vocalista Ademir Junior, de apenas 21 anos, vem trilhando o caminho de grandes artistas e se apresenta com muita  maturidade vocal e se espelha  em suas referências musicais que são  as bandas Luxúria,Kuarto de empregada,Dan Ventura,Trio Da Huana dentre outros artistas que integram esse gênero musical que conquistou o Brasil e que está presentes nas maiores festividades como carnaval e micaretas.

Circuito Turístico Cultural Audiovisual de Porto Nacional

Com a experiência de já ter participado em 2020 dentro da temporada Porto Verão 2020, que aconteceu de forma digital, a Banda Zorra subirá ao palco neste ano de 2021, no próximo dia 25, dentro de uma apresentação que promete quebrar tudo e fazer os portuenses não ficarem parados em casa na grande live organizada pela Prefeitura de Porto Nacional por meio da Secretaria da Cultura e do Turismo.

Conheça mais sobre a Banda Zorra e siga nas redes sociais no instagram: @banda_zorra e o perfil do vocalista @ademirjuniii ou agende a sua resenha através do contato: 63-984842384

Por: Willian da Luz

Fotos: Arquivo pessoal do artista

 1,921 total views,  637 views today

Continue lendo

Noticias

Diego Guedes – Cantor sertanejo se destaca por versatilidade musical e repertório moderno e atualizado

Published

on

Integrante de um seleto grupo de artistas tocantinenses da nova geração da música sertaneja, o cantor Diego Guedes, nascido em Porto Nacional, vem trilhando um caminho de desafios e de oportunidades dentro do cenário musical.

Com um repertório sempre atualizado o cantor solo tem como uma das suas influências musicais a dupla Matheus e Kauã, que tem um estilo musical moderno e que explora as novas vertentes do seguimento sempre com romantismo e sensibilidade.

O inicio da carreira do artista sertanejo Diego Guedes, se assemelha com a de muitos músicos e começou ainda em sua infância tocando variados instrumentos musicais na igreja que a juntamente com sua família.

No coração da musica sertaneja

Da bateria ao violão ao sonho de cantar e tocar em grandes palcos do Brasil, fez com o que o cantor se desafiasse e junto com um amigo deu inicio a dupla Diego Guedes e Emanuel, onde ensaiaram seus primeiros passos em Porto Nacional e enxergando novas oportunidades partiram para Goiânia no coração do Brasil e de onde foram buscar maturidade e crescimento musical e profissional.

A dupla Diego Guedes e Emanuel assim como a maioria das duplas, começou a se apresentar nos tradicionais barzinhos da capital goiana e assim ganhando espaço e tendo contato com artistas consagrados de quem os mesmos pediram conselhos.

“ O sonho de buscar nosso próprio teria que passar por Goiânia e fomos beber da fonte para conhecermos melhor e crescermos como músicos”. Pontua, Diego Guedes.

Retorno as raízes

Com o agravo da pandemia e o fechamentos dos eventos artísticos e culturais, impossibilitando que os cantores continuasse suas apresentações ao vivo, Diego Guedes se viu diante de um momento desafiador e retornou ao estado do Tocantins, onde junto com a família e amigos buscou recarregar suas baterias e trilhar novos caminhos dentro da música.

Nascia ali sua carreira solo, fruto de muito diálogo e percepção de encontrar ser um novo começo, Diego Guedes começou a interagir com duplas parcerias em lives musicais e usas suas redes sociais para divulgar seu novo projeto musical solo.

No ano de 2021, o artista fará participação dentro do Projeto Circuito turístico cultural de audiovisual de Porto Nacional, o show será quarta-feira, 21, no palco principal do evento que está sendo realizado na sede da COMSAÚDE, e onde vários artistas se apresentam. O show solo marca a virada de chave na trajetória do cantor portuense de 24 anos e o inicio de uma trajetória musical que no futuro breve ganhará os palcos dos grandes eventos dentro e fora do estado.

Por: Willian da Luz

Fotos: Arquivo pessoal do artista

 5,755 total views,  639 views today

Continue lendo

Publicidade

Desenvolvimento de Sites! +Bônus!

2

Facebook

Advertisement

Categorias

Trending